10/08/2016

Brasil x Espanha e uma vitória necessária no basquete

Brasil e Espanha fizeram uma partida emocionante ontem pelo basquete olímpico masculino. Pau Gasol desperdiçou dois lances livres a 23 segundos do fim, Marquinhos pegou um rebote e colocou o Brasil um ponto a frente quando faltavam apenas cinco segundos, os espanhóis ainda tiveram um ataque, mas a bola não caiu. Vitória brasileira contra o segundo melhor time do mundo dos últimos anos e não poderia ser mais emocionante.

Foi um jogo que resumiu em seus 40 minutos corridos toda a emoção que o basquete pode ter, o quanto esse esporte é maravilhoso, tenso e capaz de prender a atenção. Jogo transmitido na TV aberta para tanta gente, com uma arquibancada lotada que vibrou insanamente com a equipe nacional. Um jogo para entender o que é o basquete.

A vitória brasileira no final foi a consagração. Espero que tenha sido um jogo para formar uma nova base de fãs desse esporte, que ajude o basquete a se recuperar e se preparar para os próximos anos.

O Brasil está no fim da sua geração que viveu os anos da miséria, geração de garotos jogados às feras quando tinham 20 anos e hoje, mais próximos da aposentadoria, ainda não viram substitutos a altura de suas próprias limitações. Um time marcado pelas derrotas e até por isso cheio de brios. Uma nova equipe que surgiu com o técnico Ruben Magnano e que é capaz de deixar a vida na defesa. O Basquete em nível mundial se ganha assim, muito mais na defesa do que no ataque - desde que você não seja os Estados Unidos.

O tapa salvador de Marquinhos a cinco segundos do fim pode ter sido uma vitória de salvação nacional desse esporte tão combalido. Quem já gosta dele, não teve como não se emocionar.

Nenhum comentário: