21/02/2010

Traduções in the air

Os tradutores de nome de filme adoram sacanear. Existem sim, alguns poucos casos em que a tradução alterada fica boa. É o caso de Mystic River, filme de Clint Eastwood, traduzido como "Sobre meninos e lobos". O nome original, Rio Mystic não tem muita poesia. O Mystic era o rio que cruzava a cidade e que escondeu alguns segredos. Sobre meninos e lobos diz muito mais sobre o filme, e é bem auto-explicativo. "Onde os fracos não têm vez" também foi uma boa adaptação para "No Country for old men".

Mas no geral as traduções são péssimas. Como é o caso de "Hangover" traduzido como "Se beber não case". Uma vez que o casamento não é o assunto principal tratado no filme, era bem melhor a simples tradução como "A Ressaca". Os produtores devem ter achado pouco comercial. "The Hurt Locker" traduzido como "Guerra ao terror" também é péssimo.

Mas o pior caso que eu realmente me lembro foi o de "Up in the air" que virou um medonho "Amor Sem Escalas". Ao ser convidado para assistir "Amor sem escalas" fiquei sem expectativas, achando que era uma comédia romântica qualquer. Mas de fato o filme passa longe do amor sem escalas. O filme é muito mais sobre as escalas, do que sobre o amor. Se "Alto no céu" era um nome estranho, eles podiam tentar outra coisa com escalas, mas definitivamente não o amor.

Nenhum comentário: