29/08/2009

O começo

Faz algum tempo, diria que bastante tempo até, que ensaio começar com esse blog. Ele foi criado algum tempo atrás. Aliás, há bastante tempo. Imagino que há dois anos ele esteja por aqui com esse aspecto azulado e vazio. Já imaginei vários textos, já comecei alguns textos, mas nunca tive coragem de postar algum.

Por quê? Basicamente porque eu já posto no CH3. E nos últimos tempos dada a freqüência do blog e a necessidade de eu postar quase sempre, a linha editorial (se assim posso dizer) mudou. O blog já tem lugar para alguns textos que possam não ser assim tão engraçados, ou que sejam um pouco mais pessoais.

E eu gosto de postar no CH3. Postarei ainda durante muito tempo, imagino eu.

Mas mesmo assim, existem coisas sobre as quais eu gostaria de falar que não cabem por lá. Eu gosto de escrever sobre as músicas que escuto, os livros que leio, os filmes que vejo, os jogos que eu assisto. E isso não tem lugar no CH3. Não adiantaria de nada eu escrever que gostei de tal disco, odiei tal filme. Ou o que é que eu tenha a escrever sobre o jogo do campeonato sul-americano de basquete.

E também sobre o que é que eu tenha a dizer sobre o cotidiano. Basicamente um blog sobre o passado, o presente e o futuro. A arte, o lixo, o asfalto, as árvores, os carros, os pássaros, o céu, a bola, o controle remoto. As tristezas, alegrias, chegadas, partidas, começos e fins. A vida e tudo que perpassa através dela, incluindo a morte (se eu fosse emotivo até choraria depois desse parágrafo) desde que eu ache interessante.

E sim, sem me importar se alguém lê, ou se ele tem alguma freqüência.

Um comentário:

Ana Rosa disse...

Um belo começo...